Informamos que, em razão de Representação encaminhada à Promotoria de Justiça de Mandaguari/PR, a respeito da edição da Lei Municipal 3546/2021, que instituiu o Programa Visão Solidária, em que havia previsão de cadastramento de optometristas e/ou oftalmologistas para atendimento gratuito à população, o Ministério Público do Estado do Paraná emitiu recomendação administrativa ao Município, que acabou por SUSPENDER o programa sem que nenhum optometrista tenha sido cadastrado.

A Secretaria de Saúde de Mandaguari reconheceu a ilegalidade dos atendimentos pelos optometristas e solicitou à Câmara Municipal a alteração da lei.

Essa ação só foi possível pela denúncia dos médicos oftalmologistas.
28/junho/2021

Continue lendo

Posts Relacionados

  • Categories: Apoio Jurídico|Views: 15|Published On: 24 de agosto de 2021|

    Representação encaminhada pela APO à Promotoria de Justiça de Umuarama/PR contra clínicas de optometria em Umuarama/PR.

    Leia Mais
  • Categories: Apoio Jurídico|Views: 11|Published On: 22 de junho de 2021|

    Representação encaminhada à Representação encaminhada à Promotoria de Justiça de Marechal Cândido Rondon, a respeito do aviamento de lentes sem prescrição médica.

    Leia Mais
  • Categories: Apoio Jurídico|Views: 12|Published On: 16 de junho de 2021|

    CBO obtém liminar para suspender prática de ótica e optometrista que em conjunto realizavam atos exclusivos do profissional médico e publicitava seus atendimentos.

    Leia Mais